quarta-feira, 8 de maio de 2013

A pior parte disto. #Capítulo O1

Desligue o mundo
E feche os olhos.
Não pense mais nisso.


Vinte e três anos. Vinte e três anos e um noivado. Quem se casa aos vinte e três anos? Bom, eu me casaria, já que tenho vinte e dois e vou morrer em menos de um ano. Mas seria maldade me casar e deixar meu marido viúvo. Maldade demais, se esse cara pelo menos existisse.
Recebi um convite para comparecer à uma festa de noivado. Da filha da amiga de infância da minha mãe. Não faço a menor ideia de quem seja. Minha mãe diz que costumávamos brincar juntas quando crianças.
Legal.
Aposto que seria bem admirável de minha parte aparecer por lá, já que nem me dei ao trabalho de me esforçar pra me lembrar da pobre noiva.
Mas eu vou mesmo assim. Vestido, maquiagem e salto. Ah, me esqueci da indiferença e do sarcasmo. Coloquei os dois últimos itens dentro da bolsa e fui.
Quanta gente.
Não sei lidar com multidões. Espero não enfraquecer ou desmaiar por aqui.
Eu consigo enxergar o noivo e a noiva, o sorriso de felicidade dela me deu uma bela pista... mas o que matou a charada mesmo foi o olhar aterrorizador do noivo. Ele deve estar com medo.
O que eu vou fazer hoje? Dançar em cima de uma mesa, beber todas até cair? Ainda não me decidi, mas eu vou fazer algo, eu prometi...



  - Oi.
  Um cara loiro com um sorriso simpático disse pra mim.
  - Olá. - Eu retribui.
  - Amiga do noivo ou da noiva?
  - Na verdade... da noiva. E você?
  - Do noivo. Você é amiga da noiva? Sério? Nunca te vi com ela.
  - Nós somos amigas de infância. Não a via há muito tempo. Acho que ela não vai se lembrar de mim. - eu disse, já meio estressada de ter que dar explicações.
  - Ela não lembraria de você? Ou você não lembraria dela? Qual é o nome da noiva, aliás?
  - Hmmm. Isabela?
  - Nem chegou perto.
  - Eu não me importo em saber o nome da noiva. Eu só vim pra comer.
Ele gargalhou.
  - HAHAHA. Eu também...
  - Então você também não é muito íntimo do casal?
  - Sou o melhor amigo do noivo.
Eu ri.
  - Ah sim. Homens...
  - Algum preconceito com homens? - ele franziu o cenho.
  - Eu não sou lésbica. - Respondi a pergunta implícita.
  - Seria realmente uma pena se fosse.
O.K. Eu não tenho tempo pra isso. Ele é até bonito e tal, mas sinceramente: Não faz em nada o meu tipo. E eu nem tenho tipo.
  - Eu vou ao banheiro. - Sai sem deixar ele responder.
Ao que parece, ele decidiu não me deixar em paz. Eu devo atrair esse tipo de pessoa, não é possível.
  - O que você tá fazendo, Rafael? Tá cheio de gente aqui, me ajuda!
Era o noivo. Brigando com o meu perseguidor.
  - Me larga, cara. Não tá vendo que eu tô ocupado?
  - Ocupado com o quê?
O... Rafael arqueia as sobrancelhas em minha direção. Eu faço cara feia.
  - Ocupado com isso? Olha em volta, você encontra coisa melhor.

O que é isso pinicando bem no meu pescoço? Porque meus pulsos estão coçando desse jeito? Ah sim... É MEU SANGUE QUE ESTÁ FERVENDO.
  - Com licença, Sr. Lisonjeiro. ISSO, tem nome, prazer: CRISTAL!
 Não esperei ele abrir a boca e pensar em formular uma frase. Tudo o que eu fiz foi levantar o meu braço direito e unir todas as forças que me restavam para esfregar bem forte na cara dele os meus cinco dedos.
  - E nunca mais se esqueça: CRISTAL!
Depois disso, toda a festa parou pra olhar pra nós, e todo o barulho cessou. A única coisa que consegui ouvir foi a risada do Rafael.

10 comentários:

  1. Finalmente, esperei ansiosamente por quase 3 meses ou mais para ler este primeiro capítulo *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, amiga. Sei que você espera que eu continue essa web e sinceramente, é o que quero fazer. Eu espero que possa continuar e terminá-la mesmo que demore.
      Te amo e obrigada pelo apoio. ♥

      Excluir
  2. Oi Julia, tudo bom?
    Ah, eu adorei, muito bom mesmo,
    Me prendi essa hora da noite cheia de sono e li como se minha noite dependesse disso!
    E amei!
    Ficou perfeito, parabéns!
    Tem promoção e post novo no blog
    endless-poem.blogspot.com.br
    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sarah! Desculpa a demora pra responder. As vezes eu me desligo das coisas e sai tudo errado, não como eu tinha planejado! Fico feliz que tenha gostado, obrigada pelos elogios. Um beijão pra ti tbm ;)

      Excluir
  3. Olá Julia , seu blog é muito bom,
    e desde já quero dar-lhe os parabéns, meu nome é:
    António Batalha, e quero deixar-lhe um convite,
    se quiser fazer parte de meus amigos virtuais no
    blog Peregrino E Servo ficarei muito radiante.
    Claro que irei retribuir seguindo também seu blog.
    Deixo-lhe a minha bênção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi António. Obrigada por gostar do meu blog, fico muito feliz. Vou seguir já seu blog. Obrigada pela visita!
      Beijão.

      Excluir
  4. Gostei desse 1 capitulo, bem legal a primeira parte. Curti...
    ansiosa pelo cáp.2.
    Sucesso. Beijos
    neversaynever-believe.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lê. Que bom que gostou deste capítulo. Desculpe a demora pra responder, as vezes eu saio do meu controle, rs.
      Beijos e sucesso pra ti tbm! :)

      Excluir
  5. Oi! Adorei seu blog. Seguindo, claro!
    Beijos
    Isa
    http://www.verbosdiversos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isa, obrigada por me seguir e pela visita! Retribui a visita e estou te seguindo! Beijão.

      Excluir

Obrigada por reservar uns minutinhos para ler meu blog. Fico agradecida! =) E obrigada por comentar!!
Ass: Julia Siqueira