sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Minha culpa.

    A marca de batom ficou na xícara de café que ela deixou ao sair apressada depois de uma ligação. Eu tô aqui olhando a marca rosa clarinha antes que alguém retire a xícara dali. Já faz umas duas semanas que eu venho perseguindo ela. E ela nem se deu conta disso. 
    É tão imersa em seu mundo particular que é capaz de ignorar o fato de que vê uma pessoa desconhecida sorrir pra ela todos os dias. E eu fico esperando um sorriso de volta. Nem que seja aquele sorriso pra ser simpático. Ela não sorri, mas ela repara. E isso me dá ao menos uma fagulha de esperança. Se um dia ela conseguir se livrar do tormento de seu mundinho particular, talvez eu tenha alguma chance. Não que eu seja merecedor de alguma chance. Eu a amo e nem sei seu nome. 
    Sei que ela gosta de capuccino com torradas mas nem ao menos sei seu apelido. Sei que seu cabelo é louro-acobreado, brilhante demais no Sol, mas sou incapaz de lhe perguntar seu nome. 
As vezes eu acho que sou eu que tenho que me livrar do meu mundo particular… E de meus demônios particulares.

4 comentários:

  1. Adorei o texto, real ou fictício? hahaha Todo mundo possui seus demônios particulares. O negócio é se livrar deles às vezes. Seguindo o blog! Meu blog é novo, se puder seguir de volta... Obrigado :D http://ggsampaio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adorei o texto, gosto muito de blogs assim e já estou seguindo seu.
    Beijos
    http://prologando.blogspot.com.br/
    p.s: Tá rolando promoção lá no blog

    ResponderExcluir
  3. Oie! Você foi indicado para um selinho no meu blog! Espero que goste. Mil beijos,
    Camile.

    http://www.perdidaentrelivros.com/2013/01/selinhos-que-recebi.html

    ResponderExcluir
  4. Olá! Coloquei um selo para você em meu blog.
    http://heykarol.blogspot.com.br/2013/01/primeiros-selos.html
    Até mais!

    ResponderExcluir

Obrigada por reservar uns minutinhos para ler meu blog. Fico agradecida! =) E obrigada por comentar!!
Ass: Julia Siqueira