domingo, 23 de setembro de 2012

Cegueira


    Pois sim. Acho até estranho essas coisas de passado, presente e futuro. Há muito tempo, sei que não vejo mais as coisas com as via antes. Sei que "acordei" pra muitas coisas que nunca imaginaria e que deixei outras irem embora. Mas, certos assuntos são sempre levados em consideração e eu aprendi a lidar com eles da pior maneira possível, até porque mentiras são e serão sempre mentiras. Não importa o meu esforço para torná-las realidade. 
Eu passei um bom tempo de minha vida, acreditando em pessoas que não deveria acreditar, olhando só para um lado, que nem percebi o que acontecia ao meu redor. E hoje, anos depois, tudo veio à tona. E você se vê assim, lenta, estúpida, sempre na estrada errada.
  Mas... eu ri. Ri por dentro, por fora, por todos os lados. Pedi... Pedi obrigada a quase todos os "Deus" que eu conheço e fiquei chocada. Convenhamos.
  É sempre um privilégio e um alívio acertar as coisas quando se tem certeza de que vai errar. E quando você começa algo num passado distante, não se dá conta disso, se envolve erradamente e depois, por destino, sei lá, acorda e vê tudo o que construiu sem ao menos cogitar a possibilidade. 
Pois é, eu estava era muito cega mesmo.

JRS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por reservar uns minutinhos para ler meu blog. Fico agradecida! =) E obrigada por comentar!!
Ass: Julia Siqueira