sábado, 2 de junho de 2012

"La piel que habito."

"Esquecer..." Ele disse. Como seu eu pudesse. Não sou como ele, não vou me esquecer, não sou feita de ilusões, sei o que sinto, sinto o que sei. Não dá pra negar mais nada.
Como vou esquecer, só queria poder esquecer, mas não posso... E como vou negar agora? Quando todos já haviam visto, já sabiam de tudo, já sabiam o que eu sentia e o que eu queria, como vou negar algo que não pode ser negado, se a verdade pudesse ser vista concretamente, seria assim, meu Deus, como vou esquecer? Como vou negar? 

E ele se esqueceu do mais importante também, eu nem estou mais pedindo por mim, será que ele volta? Ele tem que voltar, mas uma vez... eu não estou pedindo por mim, nós dois sabemos que há uma pessoa mais importante do que nossas próprias vidas aqui... Ele não abriu a porta, eu ainda continuo esperando e ela também... ele se esqueceu?


Ele não esqueceu... como ele poderia? Depois de prometer amá-la pra sempre. A verdade é que, ele não vai mais voltar. E nós? Nós sentiremos saudades e seremos sempre dele.




JRS


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por reservar uns minutinhos para ler meu blog. Fico agradecida! =) E obrigada por comentar!!
Ass: Julia Siqueira