domingo, 2 de outubro de 2011

Queria que você soubesse que foi você que me deixou escapar de um labirinto infinito que eu nunca iria sair. Queria que você soubesse que muitas vezes eu faço coisas das quais eu me arrependo dois segundos depois, mas não posso fazer nada pra mudar. Queria que você soubesse que eu erro o tempo todo, que sinto amor e raiva ao mesmo tempo, que tenho certas dificuldades em não ter ciúmes de qualquer coisa que eu denomino minha - ou meu -. Queria que você soubesse que toda vez que eu escrevo você, eu estou falando de você. Não é nenhum outro você, é VOCÊ, somente você. Queria que você soubesse que só as vezes eu sou capaz de me magoar com qualquer coisa boba que você diga e levar isso comigo por muito tempo.
Queria que você soubesse que não sou nada do que falo, muito menos do que faço, que me escondo atrás de um dos muitos personagens que criei.
Queria que você soubesse que sou super perfeccionista com tudo, menos com o que minha mãe quer que eu seja. Que não sou surda, que não sou brava e não sou agitada.
Queria que você soubesse que eu não sei o que sinto na maioria das vezes e que eu sempre sou a pessoa errada, na hora errada. Se existir um motivo para algo dar errado e um milhão de motivos pra dar certo, se for comigo, vai dar errado, não importa como.
Queria que você soubesse que não tenho cor favorita, não me importo com meu cabelo, não tô nem aí pro que pensam de mim e muito menos pro que falam, muitas vezes eu nem escuto.
Eu só queria que você soubesse, mais não tenho coragem de te contar.

Julia S!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por reservar uns minutinhos para ler meu blog. Fico agradecida! =) E obrigada por comentar!!
Ass: Julia Siqueira