domingo, 17 de julho de 2011

"O mundo acaba hoje, eu estarei dançando."


Existem mais pessoas boas no mundo, do que más. A gente sabe.
E sentimentos;
Existem mais sentimentos bons no mundo do que ruins. A gente sente;
Sei que muitas vezes as coisas são difíceis e apáticas, e sei também que muita gente sofre em vão. Não devia ter fé mais no mundo, mas tenho.
Já senti coisas que não deveria ter sentido, por pessoas que não mereciam, mesmo, nem um pingo. E quando me perguntam: Sentiu o quê? Qualquer coisa. Amor, ódio, era tudo muito bom pra pessoa que eu estava sentindo.
Mas eu descobri coisas novas, pessoas novas, sentimentos novos. E sei, que se você procurar bem e querer realmente, você acha as tais pessoas boas.
Existem, eu sei. Eu só tinha medo de enxergar e era iludida demais pra perceber.
Eu sei que, algumas pessoas nunca tem motivo, ou são sempre as santas, mas não acredito mas em ninguém que fale como se fosse a vítima.
Já tive alguém, que se feriu, se machucou, mentiu, inventou, gostou, se iludiu. E ele nem tá aqui, pra dizer que é verdade ou pra me dizer que era tudo mentira.
Eu disse que havia sentimentos bons e ruins no mundo, mas nunca disse quais eu preferia.
Eu tenho uma certa paixão pelo ódio. É, paixão pelo ódio. E pelo amor, apesar de ser bobo e idiota. Eu gosto de coisas idiotas.
E foda-se. Eu escrevo coisas bobas com títulos legais, pra enganar todo mundo. Eu sou assim. Desculpa.

Um comentário:

  1. Pois é, Julia. O mundo não acabou em 17 de julho de 2011, data deste seu post, e você continuou dançando... Não comigo, nem com outra pessoa qualquer, mas sim com a vida e com tudo que ela traz intrinsecamente (sejam amores, ódios, paixões, alegrias, tristezas, realizações ou frustrações). Espero que você possa brindar isso a cada dia, preferencialmente dançando (e sorrindo). :)

    -- João

    ResponderExcluir

Obrigada por reservar uns minutinhos para ler meu blog. Fico agradecida! =) E obrigada por comentar!!
Ass: Julia Siqueira