segunda-feira, 18 de julho de 2011

Corazón Partío.

Sueña que yo tambiém...
Quer saber de uma coisa? Só vou falar a verdade sobre mim aqui. Primeiro de tudo: você não me conhece. Você só vê o que eu quero que você veja. Eu crio personagens. Muitas vezes você não o vê, mas isso não quer dizer que ela não esteja lá. Quase todo mundo tem uma visão errada de mim e vocês nem ao menos sabem disso. Segunda coisa: eu sou daquele tipo chato de pessoa, que tem seus dias, suas manias e uma visão muito peculiar de ver as coisas. Uma das coisas que eu mais gosto de fazer é manipular. Terceira coisa: Eu amo silêncio. Posso afirmar aqui, mesmo que seja meio contraditório que o silêncio é o melhor barulho do mundo. Odeio gente egoísta, que não se importa com ninguém, mas isso deve ser poque eu sempre defendo quem está sendo julgado, e isso não é por um motivo específico, é que eu sinceramente, enxergo as coisas boas de pessoas ruins - Só pra deixar claro, isso também é um defeito meu. - A minha consideração é diferente. Tipo: você pode chamar a minha atenção para algo que eu esteja fazendo errado, mas NUNCA se use como exemplo do certo. Isso vai só fazer eu te achar o maior babaca da face da Terra, porque vai ser nesse exato momento que eu vou descobrir que você é o tipo de pessoa que eu abomino. Ah, aprendi que não adianta planejar as coisas porque tudo é obra do destino, então agora eu simplesmente finjo que não tô fazendo nada e o destino finge que acredita. Outra coisa, não tenho paciência para ser simpática. E a pior verdade sobre mim: Eu nunca coloco fé nas pessoas, porque acredito em primeiras oportunidades. A primeira oportunidade que ela tiver, ela vai te machucar. É.

* Tú no me has olvidado hoy, com tus ojos vazios y el corazón partío. No te va hacer malo querer que yo no fuera lo que tú és. Pero, el momento em que tu te hace olvidado de mí, corazón partío, fué el mismo momento en que yo me he olvidado de tí, amore mío. *
* Você não se esqueceu de mim hoje, com seus olhos vazios e o coração partido. Não vai te fazer mal querer que eu não seja o que você é. Mas, o momento em que você se esqueceu de mim, coração partido, foi o mesmo momento em que eu me esqueci de você, meu amor. *

Um comentário:

Obrigada por reservar uns minutinhos para ler meu blog. Fico agradecida! =) E obrigada por comentar!!
Ass: Julia Siqueira