sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Não existe meio termo.

Sou da geração em que só o sim ou o não, não me sustenta. Em que amor tem que ser de verdade, olhar nos olhos é essencial e a palavra tem que ser somente verdadeira. No meu tempo não existe mentira, a verdade não se esconde e eu não tenho medo de errar. - apesar de errar, e muito! - Fui, sou e vou ser sempre maluca de colocar tudo que eu construí a perder se eu achar que vale a pena. Vou pular de lugares muito altos quando eu tiver vontade e dar abraços esmagadores quando eu quizer matar a saudade. Eu não beijo quem não me atrai e eu não crio exceções, talvez só uma, uma vez na minha vida. Dou segundas chances, mas nunca uma terceira. Compreendo quem não é compreendido e não compreendo quem é. Sou formada em experiências errantes que muitas vezes me levaram ao lugar certo. Dificilmente me apaixono, mas quando isso acontece eu amo intensamente e quase irrevogavelmente. Sofro, mas não muito. Sofro, mas não muito. Sem dramas, a vida já é cheia disso. Sorrio, não preciso de retribuição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por reservar uns minutinhos para ler meu blog. Fico agradecida! =) E obrigada por comentar!!
Ass: Julia Siqueira